Após acusar clube de reter seu passaporte, jogador baiano pede ajuda ao Itamaraty

Em depoimento emocionado, o atacante Alex Gonçalves, 31 anos, natural da cidade de Teixeira de Freitas, na Bahia, denunciou, através das redes sociais, que está com seu passaporte retido pelo clube Tira-Persikabo, da Indonésia. O atleta disse que tem recebido ameaça de morte e pede ajuda do governo brasileiro para que possa retornar ao país.

“Meu antigo clube não quer tirar meu nome do sistema da imigração, porque eu reportei o clube à FIFA, porque eles me devem salários do ano passado. A causa já foi ganha, a FIFA já me deu a vitória e por isso, eles estão fazendo de má fé”, desabafou o jogador.

Alex continuou dizendo que está desesperado. “Estou sem passaporte e desesperado. O meu ex-clube me denunciou à polícia e tenho que comparecer lá e não sei nem a língua. Já liguei para embaixada e até agora não recebi ajuda. Peço ajuda ao governo brasileiro e a CBF. Não vejo minha família já faz um ano, só quero ir embora para casa”.

Nesta temporada, o jogador iria defender as cores do Persita Tangerang, também da Indonésia, contudo seu visto de trabalho está vencido e o antigo clube vem dificultando a liberação da documentação.

Foto: Arquivo Pessoal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.