Compensação ambiental, a lei que preserva o futuro

A questão das mudanças climáticas é um assunto urgente, e os governos estão correndo para mudar a sua matriz energética baseada em petróleo para outras opções.

Quem consome óleo, pode ter que providenciar compensações ambientais, por força de lei.

Dentro de um prazo de 10 anos a partir do ano de 2021, teremos um cenário acelerado em iniciativas de deixar a era do petróleo para trás, tecnologias disruptivas de fissão nuclear poderão fornecer energia limpa e abundante com um custo muito menor que a energia oriunda da queima dos combustíveis fósseis.

Por conta da proposta do afastamento social para o combate à pandemia global por covid-19, ocorreu uma inédita redução dos níveis de poluição nas principais capitais do mundo, pela primeira vez, alguns cidadãos conseguiram ver a cor do céu pela primeira vez, em anos.

O uso de combustíveis fósseis, como fonte primária de geração de energia é isso, uma proposta de geração incessante de poluição e de aumento do efeito estufa em todo o planeta.

Os governos estão cada vez mais cientes de sua ação danosa e propostas de lei já estão nas mesas de presidentes, será que quem consome combustíveis fósseis são parte do problema?

Transportadoras rodoviárias são as que mais consomem combustíveis fósseis em suas atividades diárias, o serviço de transportes de veículos, consome milhões de litros diariamente do combustível mais poluente de todos, o diesel.

compensação ambiental
compensação ambiental

Compensação ambiental, para quem consome diesel

A proposta é de aplicar aos combustíveis fósseis mais impostos, para justamente frear o consumo deste tipo de combustível, para o governo é uma oportunidade ótima de arrecadação, pois existe um discurso difundido na sociedade de que o consumo de combustíveis fósseis deve ser desestimulado, e o movimento de aumento de preços dos combustíveis arrecada muito imposto ao mesmo tempo que desestimula o seu uso.

A tendência é de contínuo aumento de custos para os combustíveis fósseis pelos próximos anos, seja pela questão de pressão geopolítica ou por ação do abandono gradual de seu consumo.

A economia global viciada em consumo de combustíveis fósseis, está com opções limitadas sobre a mesa, ou se paga o preço pedido por cada litro de diesel ou se deixa de operar com transportes.

Empresas de mudanças no DF, já estão sentindo os efeitos do aumento dos custos do diesel, com aumentos sucessivos a cada 40 dias em média, já está compensando trocar veículos de transporte mais antigos pelos mais novos, que justamente são mais eficientes na questão de economia de combustível.

Apesar de os caminhões mais novos serem eficientes na questão do consumo do diesel por quilômetro rodado, mesmo assim, não é o avanço rápido o suficiente que a natureza está precisando, é necessário avançar mais rápido para que haja esperança de manter um planeta capaz de sustentar vida no futuro.

Compensação ambiental: A proposta

Compensação ambiental é um valor imposto a cada litro de combustível fóssil consumido, para justamente criar uma compensação em sequestro de carbono em algum outro lugar, aqui no Brasil temos já instalado uma enorme capacidade de sequestro de carbono, talvez a maior do mundo, o que falta é uma visão política mais orientada a economia verde para justamente transformar este incrível potencial em dinheiro.

Os países mais poluidores do mundo, nunca estiveram tão sedentos de propostas de compensação ambiental para promover investimentos e criar um discurso político em seus próprios territórios a respeito de suas ações descarbonizantes.

Alugar uma árvore é hoje uma das mais avançadas propostas na questão da compensação ambiental, e temos já na nossa Amazônia a incrível capacidade de armazenamento instalada para sequestro de carbono, basta um pequeno movimento político para iniciar a cobrança de serviços ambientais.

A renda gerada pela floresta viva e de pé, superará toda a renda gerada pela exploração de petróleo nas próximas décadas, dentro de pouco tempo manter uma floresta intacta será o patrimônio nacional mais importante do que todas as suas reservas minerais.

A compensação ambiental é hoje muito criticada, mas seus críticos não percebem que suas ações poluidoras inviabilizam suas próprias atividades a curto prazo.

Manter a natureza funcionando deixa de ser um problema e passa a ser questão de sobrevivência de todos os tipos de negócios, não são apenas as transportadoras de motos as culpadas pela poluição, toda a sociedade precisa desligar a chave do consumo de combustíveis fósseis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.