Adriana Bombom gera polêmica ao fazer compras em loja acusada de racismo

Na semana passada, a Polícia Civil do Ceará concluiu investigação que aponta que uma das unidades da loja Zara criou uma espécie de “código secreto” para sinalizar a presença de negros no estabelecimento, o que foi visto como racismo.

O sistema de som da loja era quem emitia o “alerta” por meio do código “Zara Zerou”. Dias depois de toda repercussão, Adriana Bombom gerou polêmica nas redes sociais ao aparecer fazendo compras no estabelecimento.

Em um vídeo animado (ver abaixo), compartilhado em seu perfil oficial do Instagram, a ex-mulher de Dudu Nobre brinca ao escolher várias peças da loja. “Quando eu recebo meu cachê. Não resisto”, escreveu na legenda da publicação.

No entanto, por ser uma mulher negra, que já denunciou o racismo em outras ocasiões, as imagens não foram bem vistas pela militância, que criticou a atriz.

Internautas acusaram a dançarina de desmerecer pautas raciais e a luta pela igualdade dos direitos dos negros em pleno mês quando é comemorado o Dia da Consciência Negra.

Com a repercussão, Adriana utilizou seu perfil oficial do Instagram novamente para explicar o ocorrido, mas o textão publicado por ela acabou sendo também criticado. No desabafo, Bombom afirma que não teve a intenção de desmerecer ninguém e dispara: “sou negra e não me vitimizo”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.