Guia para Iniciantes em Direito Imobiliário

Quer você seja um comprador de uma casa pela primeira vez ou já esteja no mercado há algum tempo, a lei imobiliária pode ser confusa. 

É por isso que elaboramos este guia para iniciantes no direito imobiliário – para ajudá-lo a entender algumas das noções básicas.

Continue lendo para saber mais sobre os diferentes tipos de contratos, constituindo um acordo legal, e outros conceitos importantes no direito imobiliário.

Surgiram alguns modelos novos de negócio, inclusive imobiliárias online, e você precisa saber se os mesmos direitos se aplicam a essas empresas.

Guia para Iniciantes em Direito Imobiliário
Image por Rawpixel on Freepik

O que é o direito imobiliário?

A lei imobiliária rege a compra e venda de imóveis, incluindo imóveis residenciais e comerciais. 

Ela também inclui os direitos e obrigações legais de locadores e inquilinos, bem como proprietários de imóveis residenciais e financiadores de hipotecas. 

Se você está comprando ou vendendo um imóvel, ou se você é proprietário ou inquilino, é importante entender a lei imobiliária. 

Acesse a LEI Nº 13.786 e faça um estudo da base sobre direito imobiliário.

Os diferentes tipos de Direito Imobiliário

Existem três tipos diferentes de leis imobiliárias: civil, comum e canônica.

Direito civil 

O direito civil é o sistema legal, que é usado nos Estados Unidos. Sob o direito civil, os proprietários têm o direito de possuir, usar e desfrutar de sua propriedade.

Entretanto, eles também têm o dever de se abster de ferir os interesses de seus vizinhos na propriedade.

Direito comum 

O direito comum é o sistema jurídico utilizado na Inglaterra e no País de Gales. É baseado na jurisprudência, o que significa que a lei é criada pela aplicação de decisões judiciais anteriores a novos casos.

Isto pode ser confuso, pois diferentes tribunais podem chegar a conclusões diferentes sobre a mesma questão.

Direito canônico

O direito canônico é o sistema jurídico utilizado na Igreja Católica. Ela se baseia em princípios religiosos e não em princípios seculares. 

Os benefícios do Direito Imobiliário

Quando se trata de bens imóveis, os benefícios da compreensão da lei são duplos.

Em primeiro lugar, como proprietário ou inquilino, compreender seus direitos e responsabilidades sob a lei o ajudará a proteger seus interesses. 

Segundo, como profissional do ramo imobiliário, compreender a lei o ajudará a melhor servir seus clientes e proteger seus negócios.

A legislação imobiliária é complexa e pode variar de estado para estado. No entanto, há alguns princípios básicos que se aplicam na maioria dos casos. Se ficar com dúvida procure um advogado especializado para te ajudar no seu processo. 

Maquete 3D para empreendimentos imobiliários

Como fazer a transição de seus bens para o direito Imobiliário

Se você é um advogado, essa é para você, siga esses passos para fazer uma transição de seus bens para o direito Imobiliário:

  • O primeiro passo é descobrir com qual escritório de advocacia imobiliária você quer trabalhar. Você vai querer encontrar um escritório especializado em direito imobiliário e que tenha experiência com o tipo de imóvel com o qual você está lidando.
  • Uma vez encontrada uma empresa com a qual você se sinta confortável, o próximo passo é começar a transferir seus bens para seus cuidados. Este processo irá variar dependendo do tamanho e complexidade de sua propriedade, mas, em geral, você precisará assinar uma série de documentos dando à firma permissão para agir em seu nome.
  • Por fim, uma vez que todos os seus bens tenham sido transferidos, o passo final é certificar-se de que tudo esteja em ordem e que toda a documentação esteja correta. Isto pode parecer uma tarefa assustadora, mas é importante garantir que tudo seja feito corretamente a fim de evitar problemas legais no caminho.

FAQs sobre Direito Imobiliário

P: Eu preciso de um advogado imobiliário?

R: Tecnicamente, não. Entretanto, a menos que você esteja confiante e confortável com o processo legal, recomendamos trabalhar com um advogado imobiliário. Eles podem ajudar a garantir que toda a papelada esteja em ordem e que tudo esteja acima do quadro.

P: Quanto custa um advogado do ramo imobiliário?

R: Depende do advogado e do escopo do trabalho. Normalmente, você pode esperar pagar uma taxa horária por seus serviços. Alguns advogados também podem cobrar uma taxa fixa por serviços específicos, como a revisão de um contrato de compra e venda.

P: O que é uma busca por título?

R: Uma busca por título é uma parte importante do processo de compra de casa. Isto é quando o advogado realiza uma busca nos registros públicos para se certificar de que não há reclamações ou penhoras pendentes sobre o imóvel. Esta etapa ajuda a protegê-lo de qualquer problema potencial no caminho.

Por fim

Em resumo, a legislação imobiliária é uma área complexa e em constante mudança da lei. Embora seja possível se representar em algumas situações, é geralmente aconselhável consultar um advogado imobiliário experiente. 

Um advogado pode ajudá-lo a navegar no processo jurídico muitas vezes complicado e garantir que seus direitos sejam protegidos.

Gostou desse artigo? Veja outros no nosso site. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *